Este é o banner do kumkaneco... Coloque-o no seu blog copiando a caixa situada no final do post!
Sábado, 26 de Julho de 2008

Sexo, Enganos e Videos Porno

.

  Ainda a propósito do post sobre o e-mule e a polémica causada pelas palavras que escrevi, para aqueles moralistas que me odeiam e acham que eu devia morrer com a pele dos colhões enrolada à volta do pescoço, eis que Deus vos deu uma abébia. Regozijai-vos seus filhos da puta...

.

  Eis o que sucedeu... Estava no e-mule a sacar ou pelo menos a pensar que estava a sacar o novo jogo GTA IV para PC, quando no final de muito Gigabyte, sai-me um filme... porno...

 Foda-se... É preciso ser muito paspalho e paneleiro fiho duma granda puta pra fazer isto.

 Vão enganar ao caralho que os foda... Um tipo aqui, na boa, a tentar sacar o jogo, e tal e depois é isto. Ainda vi lá uns avisos de gente que como eu decepcionada os insultava a torto e a direito em italiano, mas quando reparei nisso já era tarde.

. 

  Claro que o mal já estava feito e pus-me a ver o filme só pra ver se era de qualidade.

.

  O filme era daqueles que tinha cenas de sexo ao ar livre, ou... digamos... em plena rua na América do Sul. Eh pah, confesso que comecei a ficar excitado e não resisto aqui a contar algumas sequências.

.

  Vou contar aqui uma sequência do filme que me deixou mais estarrecido pra não dizer excitado enquanto olhava pro monitor do portátil.

  E estarrecido é a palavra certa para se usar porque meus amigos, este é o tipo de cena que me levanta inexoravelmente o nabo e tudo o que se encontra encima dele, mesmo que seja um camião TIR.
.

  Ora cá vai...

.

  A gaja é nitidamente uma vaca e está nua no meio da rua a lamber um tipo nojento. Não haveria mal nenhum se esta cena se passase na Índia e fosse uma vaca verdadeira.
  Não era o caso. Haverá coisas mais degradantes que isto, mas não serão tantas assim.
.
  O tipo está a bater uma punheta e a puta não serve para mais que para lhe lamber os tomates. Ele, entretanto, fala com o tipo que está a filmar. E ela não pára, continua a lamber. Lambe... Lambe... e lambe, e chupa e lambe... A langonha há-de saltar do caralho e cair-lhe no cabelo apanhado e suponho que a vaca há-de continuar a lamber.
  E a rua, desolada e suja.
.
  Enquanto estou a ver esta cena mal amanhada e mal filmada, pergunto-me: E se aparece a polícia ao fundo da rua? O tipo só tem de subir as calças. Mas e a puta? Está em pêlo. Disfarça como? Não disfarça.
  Acham que os polícias podiam cobrar um serviço completo por fazerem de conta que não viram?
.
  Adiante...

  A tipa é abandonada na rua depois do servicinho feito aos tipos que se pôem a andar num cadilac antigo enquanto se riem pra desgraçada e lhe mostram o dedo do meio. Ela era claramente boa com'ó milho e tinha um corpo espectacular, realçado pelo facto de estar completamente nua e com uns sapatos de salto altíssimo que lhe empinava claramente o enorme e redondo cagueiro para cima.

  Depois daquela cena, ela estava escondida atrás de uns arbustos quando começa a ouvir vozes. Subitamente sente uma palmada violenta no cu, e depois uns dedos que lhe penetram a rata sem contemplações.
  -"Bela cona, caraças"- ouve-se de uns adolescentes sul-americanos com ar de pertencerem a um gang local. Os dedos saíram-lhe da cona e apertaram com força
os grandes lábios.

  -"Bom material. Achas que conseguimos fodê-la aqui mesmo?"
  -"Porque não?"
  E PIMBA... Foi logo ali a tipa a ser possuída e sodomizada por dois putos morenos que não deviam ter mais de 15 anos.

.

  Na cena a seguir vê-se um tipo mais velho que era irmão de um deles a aparecer com uma carrinha de caixa aberta toda ferrugenta.

  Vê aquilo... e dá boleia ao pessoal todo, incluindo a puta. Tudo pra cima da carrinha, sem guias, sem o caralho, sem nada... e lá vão eles apanhar ar na tromba.

.

  Estacionaram a carrinha onde?! Dentro de um bairro social.

  De repente a carrinha balançou e depois, mais dois tipos saltaram para o estribo. Eram mais uns putos ranhosos do bairro, "coleguinhas" dos primeiros. A tipa começou a passar-se quando sentiu uma bela cabeça macia de caralho roçar-lhe as bimbas.
  -"Vou enterrar-me todo nesta porca!" - gritou o tipo enquanto se enterrava efectivamente. Entrou até ao fundo, porque o indivíduo da frente que já tinha enfiado a pichota na boca dela a empurrou pra frente, ajudando a empinar o cu da gaja para trás, de encontro ao gradeamento da carrinha.
  -"Vês, a puta quer!" - ouviu-se o tipo a dizer num espanhol que não se entendia muito bem, enquanto a bombeava ritmadamente.
.
  Depois fizeram-na subir completamente nua para uma camioneta maior de caixa fechada mas aberta dos lados, cheia de porcos e a gaja teve de se encaixar no meio deles, de quatro. Havia duas filas de porcos, ambas viradas para o interior, isto é, focinho contra focinho e cu virado para a estrada. Quando a camioneta começou a rodar e entrou na estrada, via-se a rata vista de fora, no meio dos presuntos. Foi então que a tipa começou a ficar excitada enquanto sentia o vento a varrer-lhe as bordas do cu. Começou a fazer gestos descontrolados próprios de quem só pensava em empalar fosse no que fosse.
.
 
E é aí que depois de mais uma cena de sexo desenfreado se ouve a tipa a falar em estilo documentário em que confessa que gosta de ser abusada, chantageada, enganada, forçada.

  Diz ela:

  -"Não fico feliz por me submeter. Há uma diferença."
  Gosta de ser humilhada. Quando diz humilhada refere-se a coisas banais e porcas, como ser insultada e levar bofetadas e exigirem dela que agradeça a seguir (o que faz). Gosta de ser colocada em situações embaraçosas, como ser deixada nua no meio da rua, sem dinheiro nem meios de qualquer espécie.

.

  Enquanto vejo isto, já estou a tocar à punheta... Mas a tipa continua a falar e a cortar um pouco do ritmo da cena, isto enquanto lá se ia mostrando algumas imagens.

  -"Sou promíscua... Gosto de gangbangs e de sexo em grupo e NÃO gosto de ser pertença de alguém em especial. Quero dizer com isto que me excita a ideia de ser aprisionada por alguém mas nunca me submeteria voluntariamente a alguém único. Em suma, não sou uma "slave" em sentido tradicional, nem mesmo uma "painslut", porque o meu gozo não é a dor, não tenho endorfinas especiais - nem traumas de infância. O que eu gosto é de ser humilhada, possuída, usada e enganada - e para isso serve tudo, da corda ao chicote, da piroca aos insultos, das ameaças de morte à exibição pública."
.

  Nesta altura viro-me para mim próprio e penso: Fantástico!... Mas afinal onde é que se encontram gajas destas em Portugal?!

.

  Logo a seguir o tipo que lhe estava a fazer as perguntas é surpreendido pela gaja que se atira para a frente e lhe começa a desapertar as calças e começa a massajar-lhe o membro com as mãos. O tipo agarra-lhe pelo pescoço e puxa-a para baixo, dizendo:
  -"Mama, puta!"
  Nas imagens seguintes já estão dentro do carro a dirigir-se provavelmente para casa dela. O tipo segura-lhe bem a cabeça em baixo e começa a foder-lhe a boca enquanto conduzia. De vez em quando tinha de fazer manobras e então deixava a piroca bem encavada na garganta dela e ordenava-lhe que aguentasse assim.
  -"Não te atrevas a mexer-te, vaca, ou rebento-te a fuça! Aspira... Não confio em ti para não me molhares o carro e não quero espatifar-te a fuça. Põe isto na cona. Assim não escorres."
  A vaca claramente excitada com aquele palavreado todo faz o que ele lhe ordena. O instrumento era enorme, tão grosso que, para o enfiar, ele teve de levantar uma perna. Depois sentou-se direita e deixou-se estar a sentir a enorme massa a distender-lhe as paredes da rata.
.
 
Continuando o filme, uns minutos mais à frente vê-se a gaja a sair de um banco que tinha sido assaltado por encapuzados. Pareciam jovens adolescentes e por algum motivo, para além do dinheiro que exigiram ao caixa que ele guardasse num saco preto, levaram-na a ela também como refém. 

  Depois de muita conversa, e já dentro do carro em fuga, ela apercebe-se de que são os mesmos putos que a violaram nas cenas anteriores do filme, mas não diz nada.

.

  Os tipos conversam entre si:

  -"Esta gaja é mesmo boa. Pensei que nunca mais a via. Tenho que lhe foder as beiças da cona mais uma vez."

  -"Ela não sabe que nós somos. Basta arranjar uma tela qualquer, e fazer-lhe um buraco. Depois pômo-la de um lado e nós vamos para o outro e metemos à vez a pichota no buraco, e ela chupa sem saber quem é."
  -"Mas eu já sei quem vocês são" - protesta a gaja.
  -"Foda-se!... Que se foda, siga... É evidente que ela me quer fazer um broche e eu quero que ela mo faça, por isso... Caguei e andei!"
.

  Um deles, vira-se pra ela e diz:

  -"Tu fazes uns bons broches!"

  -"Não me queres fazer um outra vez?" - perguntou o outro.
  A tipa responde:

  -"Sou uma especialista."
  -"Queres chupar agora?"
- isto enquanto descia as calças.

  -"Quero chupar seja o que for. A tua, a do teu colega, as vossas ao mesmo tempo, o que aparecer".

.

  A versão documentário volta a aparecer e ouve-se a voz dela em off a dizer:

  -"Estava já estava a acelerar. O álcool que eles me obrigaram a beber estava a fazer efeito e a vodka descia-me direito à cona. Tinha formigueiros no entre-pernas. No fundo acho que gosto de ser comida por jovens pichas desconhecidas. Têm para mim um gosto especial."
.

  Quando ela se veio, um dos moços gritou de fúria por ela ter deixado cair algumas gotas de esperma nas calças dele e esbofeteou-a. E depois como castigo puseram-na a correr no jardim, de mãos amarradas atrás das costas, com uma corda atada ao pescoço, em círculos, como vi fazerem aos cavalos. O gajo batia claramente mal da cornadura e ela gostava disso. Tinha na mão um chicote que fazia estalar, como fazem os domadores, e às vezes aplicava-o na puta. Mas com arte... Ora nas mamas, ora nas coxas, de vez em quando mesmo entre as pernas, em cheio na rata... TRÁS!... até a fazia urrar; o que o alegrava imenso. No fim foi-lhe ao cu e obrigou-a a lamber-lhe o caralho, para o limpar.
.

  E prontes... THE END.

.

  Moral da história:

  Caga no jogo e obrigado e-mule por seres quem és!

.

.

  P.S.: Espero que não se tenham esporrado muito a ler esta história. Vá deleitem-se literalmente pr'aí, seus punheteiros vadios!

.

 

. 

eh pah, sinto-me: bem enganado
1 comentário infeliz:
De Gajas Boas a 16 de Janeiro de 2012 às 16:44
Bom post :)

abre lá uma garrafita

Leu o Post? Gostou? Então não se esqueça de comentar! E já agora tem aqui ao lado os Posts Recentes para ler!
Clique para configurar o kumkaneco como a Página Inicial do seu browser

. . Bêbado(s) Online


.posts recentes

. Os Recursos de Isaltino

. Quando Eu Morrer

. Triplicado

. Do Desastre à Javardice P...

. Conselhos da Katya Bimba

. Voltei para o Vosso Âmago

. Papa Bento XVI cancela vi...

. Costumes Antigos

. As Escutas do Apito Doura...

. Casamento Gay Aprovado

. Os Blogs

. Os Muppet Queen

. A TV que me Marcou

. Semelhanças entre Tomás T...

. Ah Fadista!!!

. Sabedoria Popular Brasile...

. Notícia de Última Hora

. Começa Hoje a Vacinação C...

. Histórias do Vaticano

. Sombras Inesperadas

. Penteados Out-of-Bed

. Sabes Onde é que as Há? S...

. Têm Estado Dias de Muito ...

. Freguesias Bloqueadas

. Restaurador Olex (desenvo...

. Os Nossos Jornais

. Os Nomes das Coisas

. Prós e Contras da RTP

. Porrada Portuguesa

. Uma Operação do...

. Celibato dos Padres em Di...

. Novo Isqueiro da BIC

. Anus, Outra Vez

. O Guronsan

. O Resultado das Eleições

. Notícias TVI24

. Sou Parecido com o Zeinal...

. O Aspecto Interior é Muit...

. Buscas em Escritórios de ...

. Anúncios Manuscritos em P...

. Modernices e Burguesices

. Kumkaneco Pergunta

. A Onda dos Surfistas

. Couch Surfing

. A Gripe A

. Manual de Sobrevivência n...

. Mensagem aos Adeptos do «...

. Fim da Crise Anunciado, Y...

. Apelo ao Boicote da Igrej...

. O Clero, Manuela Ferreira...



.arquivo desde 2006

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Julho 2011

. Novembro 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.fotos dos fãs

.prémios e blogs


Muito Obrigado à Lya por este prémio!
De Veludo e Sangue da Lya (Bad Lolita)


Muito Obrigado ao Site Olha que Blog Maneiro por este prémio!
Blog de Humor & Frases de Sérgio Alex


!
Câmara Lenta da Menina Margarida









Não se esqueça de ler os blogs que estão aí mais abaixo. São do melhor!








.visitantes



.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.kumkaneco



Não se esqueça de ler os blogs que estão aí mais abaixo. São do melhor!






Copie para o seu blog
Colocar no topo ou em rodapé

468 x 60



Para colocar nas áreas laterais

128 x 89



Não se esqueça de ler os blogs que estão aí mais abaixo. São do melhor! Não se esqueça de ler os blogs que estão aí mais abaixo. São do melhor!



kumkaneco@sapo.pt

kumkaneco@hotmail.com

kumkaneco@gmail.com

.

.
Não se esqueça de ler os blogs que estão aí mais abaixo. São do melhor!



Referências na Blogosfera


Humor blogs

Humor Blogs - BlogCatalog Blog Directory

Divulgue seu blog!



Check Google Page Rank

Divulgue o seu blog!



Blog Directory & Search engine



blogarama - the blog directory

Web Hosting Directory by Blog Flux



Já sabem muito bem que aqui é um sítio pesado!...