Este é o banner do kumkaneco... Coloque-o no seu blog copiando a caixa situada no final do post!
Quinta-feira, 31 de Julho de 2008

Uma Entrevista Que Correu Mal!

.

  Cliquem na imagem.

  O site é pornográfico mas o video não, por isso fica ao vosso critério... mas vale a pena!

.

 

eh pah, sinto-me: porreiro
Quarta-feira, 30 de Julho de 2008

Vampire Weekend

 

 

eh pah, sinto-me: musical
Terça-feira, 29 de Julho de 2008

Petição Lei Anti-Tabaco

.

  Tendo como pano de fundo, a nova Lei do Tabaco, esta petição pretende aproveitar este clima de cruzada fundamentalista para fazer aprovar uma lei que vai ainda mais além no combate sem tréguas a este flagelo social que é o vício do cigarro.

.

  Está nas tuas mãos.

  Neste momento, sempre que apanhares alguém à tua frente que diga:

  -"Eh pah, preciso de fumar um cigarrito!..." ... a única coisa que podias dizer era, "Hei, apaga essa merda!", sem qualquer possibilidade de obrigar o fumador a apagar o cigarro se ele não o quisesse.

.

  Com esta proposta de lei, sempre que alguém disser:

  -"Eh pah, preciso de fumar um cigarrito!..." ... tu dirás, "Seu assassino! Eu posso querer ter filhos no futuro, meu cabrão!..." - e despejas um cartucho de uma 9mm nos cornos do fumador.

.

  O novo slogan passaria a ser:

  «FUMAR MATA. A MENOS QUE TU MATES PRIMEIRO»

.

.

  A mensagem que se pretende passar é a de que se estiveres perto de um fumador, tu VAIS morrer. Mesmo...

  Os fumadores podem parecer relaxados ou bem dispostos, mas não se acreditem nisso. É tudo mentira...

.

  Assina a petição Anti-Tabaco para acabar com estes fumadores que não respeitam a vida humana.

  Vamos ilegalizar o acto de fumar em todo lado, mesmo em casa dos próprios fumadores e permitir assim aos cidadãos honestos, matar livremente e legalmente quem fume. Vamos todos viver felizes num mundo sem fumadores!

  A proibição funciona - vamos provar que realmente é assim, assinando a petição.

  Vamos subir na hierarquia da cadeia alimentar. Está na altura de sermos nós a queimar os pulmões dos fumadores com uma AK47 e não o contrário.

.

.

  Assine a petição Anti-Tabaco.
.
eh pah, sinto-me: fundamentalista
Segunda-feira, 28 de Julho de 2008

Visita de Estudo ao Parlamento

.

  A propósito de um projecto agrícola fui ao parlamento para uma audiência com o Secretário de Estado para a Agricultura.

.

  E cheguei lá de armas e bagagens e coisas com um coiso artilhado com tudo quanto é extras, fato Hugo Boss, sapatos DKNY, óculos Calvin Klein.
.

.
  Aproximo-me do velho pastor presidente da comissão e digo-lhe:
 
-"Ouça lá... se eu determinar o número de ovelhas existentes neste seu rebanho, ganho uma foda?"

  O Sócrates e o Louçã (filhíssimos da puta) viram-se e baixam as calças... E prontes... Lá começou a festa na quinta!
.

.

 

eh pah, sinto-me: festivo
Domingo, 27 de Julho de 2008

Trava-Línguas

.

  Apresento-vos aqui hoje quatro trava-línguas para quem quer ser um mineteiro ginasticado.

.

  Mas antes de se porem pr'aí a dizê-los à maluca, convém aquecer o músculo. Estas são lengalengas poderosíssimas que obrigam a um período de repouso posterior de pelo menos dez minutos, antes de propriamente enfrentar um clito.

.

  Recomendações para o exercício:

  - Se o desejo é fortalecer a língua, executem quatro séries de seis, dizendo com vagar e cuidado.

  - Se pelo contrário, pretendem aumentar a resistência lingual, então recomendo seis séries de 12, apostando na velocidade em detrimento do controlo.

.

 

 

  Exercícios:

  • Vergalhos valentes e vibráteis da Venezuela, vergastam velhas vaginas virgens, vincadas de varizes violetas.
  • Com uma colher do colchão colhi nhanha de colhão coalhada. 
  • A rubra rata da Rute respinga ranho recebido da ripa roxa do Reinaldo. 
  • Três tristes traulitadas trilharam a tranca de Trajano. Trajano transforma-se em trincha e troca o truca-truca por tricot.

.

.

  Como o leitor roto (porém arguto) decerto já percebeu, estamos perante quatro exercícios que trabalham zonas específicas da língua. Convém antes de praticar sem critério, consultar um especialista do minete para que este possa delinear com rigor um plano de treinos mais adaptado às caracerísticas de cada ginasta.

.

.

 

eh pah, sinto-me: blablablablabla... blah
Sábado, 26 de Julho de 2008

Outra vez os Shoppings

.

  Comprei meias, bem baratas.

.

  Estavam as minhas compras feitas pró resto do mês.

  Mas não!... Temos ainda que entrar em tudo o que é buraco neste shopping-cona-center-caralho-foda-se-esta-merda!
.

.

 

eh pah, sinto-me: arreliado

Sexo, Enganos e Videos Porno

.

  Ainda a propósito do post sobre o e-mule e a polémica causada pelas palavras que escrevi, para aqueles moralistas que me odeiam e acham que eu devia morrer com a pele dos colhões enrolada à volta do pescoço, eis que Deus vos deu uma abébia. Regozijai-vos seus filhos da puta...

.

  Eis o que sucedeu... Estava no e-mule a sacar ou pelo menos a pensar que estava a sacar o novo jogo GTA IV para PC, quando no final de muito Gigabyte, sai-me um filme... porno...

 Foda-se... É preciso ser muito paspalho e paneleiro fiho duma granda puta pra fazer isto.

 Vão enganar ao caralho que os foda... Um tipo aqui, na boa, a tentar sacar o jogo, e tal e depois é isto. Ainda vi lá uns avisos de gente que como eu decepcionada os insultava a torto e a direito em italiano, mas quando reparei nisso já era tarde.

. 

  Claro que o mal já estava feito e pus-me a ver o filme só pra ver se era de qualidade.

.

  O filme era daqueles que tinha cenas de sexo ao ar livre, ou... digamos... em plena rua na América do Sul. Eh pah, confesso que comecei a ficar excitado e não resisto aqui a contar algumas sequências.

.

  Vou contar aqui uma sequência do filme que me deixou mais estarrecido pra não dizer excitado enquanto olhava pro monitor do portátil.

  E estarrecido é a palavra certa para se usar porque meus amigos, este é o tipo de cena que me levanta inexoravelmente o nabo e tudo o que se encontra encima dele, mesmo que seja um camião TIR.
.

  Ora cá vai...

.

  A gaja é nitidamente uma vaca e está nua no meio da rua a lamber um tipo nojento. Não haveria mal nenhum se esta cena se passase na Índia e fosse uma vaca verdadeira.
  Não era o caso. Haverá coisas mais degradantes que isto, mas não serão tantas assim.
.
  O tipo está a bater uma punheta e a puta não serve para mais que para lhe lamber os tomates. Ele, entretanto, fala com o tipo que está a filmar. E ela não pára, continua a lamber. Lambe... Lambe... e lambe, e chupa e lambe... A langonha há-de saltar do caralho e cair-lhe no cabelo apanhado e suponho que a vaca há-de continuar a lamber.
  E a rua, desolada e suja.
.
  Enquanto estou a ver esta cena mal amanhada e mal filmada, pergunto-me: E se aparece a polícia ao fundo da rua? O tipo só tem de subir as calças. Mas e a puta? Está em pêlo. Disfarça como? Não disfarça.
  Acham que os polícias podiam cobrar um serviço completo por fazerem de conta que não viram?
.
  Adiante...

  A tipa é abandonada na rua depois do servicinho feito aos tipos que se pôem a andar num cadilac antigo enquanto se riem pra desgraçada e lhe mostram o dedo do meio. Ela era claramente boa com'ó milho e tinha um corpo espectacular, realçado pelo facto de estar completamente nua e com uns sapatos de salto altíssimo que lhe empinava claramente o enorme e redondo cagueiro para cima.

  Depois daquela cena, ela estava escondida atrás de uns arbustos quando começa a ouvir vozes. Subitamente sente uma palmada violenta no cu, e depois uns dedos que lhe penetram a rata sem contemplações.
  -"Bela cona, caraças"- ouve-se de uns adolescentes sul-americanos com ar de pertencerem a um gang local. Os dedos saíram-lhe da cona e apertaram com força
os grandes lábios.

  -"Bom material. Achas que conseguimos fodê-la aqui mesmo?"
  -"Porque não?"
  E PIMBA... Foi logo ali a tipa a ser possuída e sodomizada por dois putos morenos que não deviam ter mais de 15 anos.

.

  Na cena a seguir vê-se um tipo mais velho que era irmão de um deles a aparecer com uma carrinha de caixa aberta toda ferrugenta.

  Vê aquilo... e dá boleia ao pessoal todo, incluindo a puta. Tudo pra cima da carrinha, sem guias, sem o caralho, sem nada... e lá vão eles apanhar ar na tromba.

.

  Estacionaram a carrinha onde?! Dentro de um bairro social.

  De repente a carrinha balançou e depois, mais dois tipos saltaram para o estribo. Eram mais uns putos ranhosos do bairro, "coleguinhas" dos primeiros. A tipa começou a passar-se quando sentiu uma bela cabeça macia de caralho roçar-lhe as bimbas.
  -"Vou enterrar-me todo nesta porca!" - gritou o tipo enquanto se enterrava efectivamente. Entrou até ao fundo, porque o indivíduo da frente que já tinha enfiado a pichota na boca dela a empurrou pra frente, ajudando a empinar o cu da gaja para trás, de encontro ao gradeamento da carrinha.
  -"Vês, a puta quer!" - ouviu-se o tipo a dizer num espanhol que não se entendia muito bem, enquanto a bombeava ritmadamente.
.
  Depois fizeram-na subir completamente nua para uma camioneta maior de caixa fechada mas aberta dos lados, cheia de porcos e a gaja teve de se encaixar no meio deles, de quatro. Havia duas filas de porcos, ambas viradas para o interior, isto é, focinho contra focinho e cu virado para a estrada. Quando a camioneta começou a rodar e entrou na estrada, via-se a rata vista de fora, no meio dos presuntos. Foi então que a tipa começou a ficar excitada enquanto sentia o vento a varrer-lhe as bordas do cu. Começou a fazer gestos descontrolados próprios de quem só pensava em empalar fosse no que fosse.
.
 
E é aí que depois de mais uma cena de sexo desenfreado se ouve a tipa a falar em estilo documentário em que confessa que gosta de ser abusada, chantageada, enganada, forçada.

  Diz ela:

  -"Não fico feliz por me submeter. Há uma diferença."
  Gosta de ser humilhada. Quando diz humilhada refere-se a coisas banais e porcas, como ser insultada e levar bofetadas e exigirem dela que agradeça a seguir (o que faz). Gosta de ser colocada em situações embaraçosas, como ser deixada nua no meio da rua, sem dinheiro nem meios de qualquer espécie.

.

  Enquanto vejo isto, já estou a tocar à punheta... Mas a tipa continua a falar e a cortar um pouco do ritmo da cena, isto enquanto lá se ia mostrando algumas imagens.

  -"Sou promíscua... Gosto de gangbangs e de sexo em grupo e NÃO gosto de ser pertença de alguém em especial. Quero dizer com isto que me excita a ideia de ser aprisionada por alguém mas nunca me submeteria voluntariamente a alguém único. Em suma, não sou uma "slave" em sentido tradicional, nem mesmo uma "painslut", porque o meu gozo não é a dor, não tenho endorfinas especiais - nem traumas de infância. O que eu gosto é de ser humilhada, possuída, usada e enganada - e para isso serve tudo, da corda ao chicote, da piroca aos insultos, das ameaças de morte à exibição pública."
.

  Nesta altura viro-me para mim próprio e penso: Fantástico!... Mas afinal onde é que se encontram gajas destas em Portugal?!

.

  Logo a seguir o tipo que lhe estava a fazer as perguntas é surpreendido pela gaja que se atira para a frente e lhe começa a desapertar as calças e começa a massajar-lhe o membro com as mãos. O tipo agarra-lhe pelo pescoço e puxa-a para baixo, dizendo:
  -"Mama, puta!"
  Nas imagens seguintes já estão dentro do carro a dirigir-se provavelmente para casa dela. O tipo segura-lhe bem a cabeça em baixo e começa a foder-lhe a boca enquanto conduzia. De vez em quando tinha de fazer manobras e então deixava a piroca bem encavada na garganta dela e ordenava-lhe que aguentasse assim.
  -"Não te atrevas a mexer-te, vaca, ou rebento-te a fuça! Aspira... Não confio em ti para não me molhares o carro e não quero espatifar-te a fuça. Põe isto na cona. Assim não escorres."
  A vaca claramente excitada com aquele palavreado todo faz o que ele lhe ordena. O instrumento era enorme, tão grosso que, para o enfiar, ele teve de levantar uma perna. Depois sentou-se direita e deixou-se estar a sentir a enorme massa a distender-lhe as paredes da rata.
.
 
Continuando o filme, uns minutos mais à frente vê-se a gaja a sair de um banco que tinha sido assaltado por encapuzados. Pareciam jovens adolescentes e por algum motivo, para além do dinheiro que exigiram ao caixa que ele guardasse num saco preto, levaram-na a ela também como refém. 

  Depois de muita conversa, e já dentro do carro em fuga, ela apercebe-se de que são os mesmos putos que a violaram nas cenas anteriores do filme, mas não diz nada.

.

  Os tipos conversam entre si:

  -"Esta gaja é mesmo boa. Pensei que nunca mais a via. Tenho que lhe foder as beiças da cona mais uma vez."

  -"Ela não sabe que nós somos. Basta arranjar uma tela qualquer, e fazer-lhe um buraco. Depois pômo-la de um lado e nós vamos para o outro e metemos à vez a pichota no buraco, e ela chupa sem saber quem é."
  -"Mas eu já sei quem vocês são" - protesta a gaja.
  -"Foda-se!... Que se foda, siga... É evidente que ela me quer fazer um broche e eu quero que ela mo faça, por isso... Caguei e andei!"
.

  Um deles, vira-se pra ela e diz:

  -"Tu fazes uns bons broches!"

  -"Não me queres fazer um outra vez?" - perguntou o outro.
  A tipa responde:

  -"Sou uma especialista."
  -"Queres chupar agora?"
- isto enquanto descia as calças.

  -"Quero chupar seja o que for. A tua, a do teu colega, as vossas ao mesmo tempo, o que aparecer".

.

  A versão documentário volta a aparecer e ouve-se a voz dela em off a dizer:

  -"Estava já estava a acelerar. O álcool que eles me obrigaram a beber estava a fazer efeito e a vodka descia-me direito à cona. Tinha formigueiros no entre-pernas. No fundo acho que gosto de ser comida por jovens pichas desconhecidas. Têm para mim um gosto especial."
.

  Quando ela se veio, um dos moços gritou de fúria por ela ter deixado cair algumas gotas de esperma nas calças dele e esbofeteou-a. E depois como castigo puseram-na a correr no jardim, de mãos amarradas atrás das costas, com uma corda atada ao pescoço, em círculos, como vi fazerem aos cavalos. O gajo batia claramente mal da cornadura e ela gostava disso. Tinha na mão um chicote que fazia estalar, como fazem os domadores, e às vezes aplicava-o na puta. Mas com arte... Ora nas mamas, ora nas coxas, de vez em quando mesmo entre as pernas, em cheio na rata... TRÁS!... até a fazia urrar; o que o alegrava imenso. No fim foi-lhe ao cu e obrigou-a a lamber-lhe o caralho, para o limpar.
.

  E prontes... THE END.

.

  Moral da história:

  Caga no jogo e obrigado e-mule por seres quem és!

.

.

  P.S.: Espero que não se tenham esporrado muito a ler esta história. Vá deleitem-se literalmente pr'aí, seus punheteiros vadios!

.

 

. 

eh pah, sinto-me: bem enganado
Sexta-feira, 25 de Julho de 2008

O Segredo

.
.
  Este é o meu mentor, Bob Proctor no qual me baseei para fundar a minha própria religião...
.
 
 

 

eh pah, sinto-me: iluminado
Quinta-feira, 24 de Julho de 2008

Kumkanequismo (2) - Reserve Já o Seu Lugar

.
  Em breve, em directo do Pavilhão Atlântico... Pastor Kumkaneco!
.
  O publico rejubila! "Portugal, Portugal!"
  Momentos antes foi transmitido nos ecrãs gigantes do pavilhão a primeira parte do jogo de futebol da selecção nacional... Está no intervalo e estamos a ganhar. O momento de patriotismo está elevado e eu pego no microfone e digo.
.
  -"Pobres de Portugal, parem de se queixar! Comecem a viver! Vocês não podem levar o dinheiro convosco quando morrerem! Nem mesmo eu o posso levar! Minha senhora, em vez de estar aí a queixar-se pelo facto de ser pobre, esqueça isso e aproveite! Goze a vida!"
.
  Uma senhora do publico levanta-se e pergunta:
  -"Kumkaneco, Eu estou desempregada. Não tenho dinheiro para alimentar os meus filhos. E o pagamento da renda da casa está atrasado..."
.
  -"Uou, calma minha puta! Acalma aí!... Estás a querer dizer que este não é um bom país para se viver?! Preferias estar a morar em África?! Estás a querer dizer que não és patriota?! Que não gostas do nosso país?!..."
.
  A mulher insiste:
  -"Mas eu não..."
.
  Volto a interromper:
  -"Hei, espera aí, espera aí... Vá, todos comigo! POR-TU-GAL!" - em coro e acompanhado pelo publico no pavilhão:"POR-TU-GAL!... POR-TU-GAL!... POR-TU-GAL!..."
.
  Acabam-se as perguntas e ouve-se a Voz off :
  «Ele mudou a vida de milhões de pessoas com o seu livro best seller, "RICOS SÃO OS TRAPOS". Volto a lembrar a todos que este é um seminário que dura todo o dia. Os detentores de bihetes VIP, a seguir ao futebol, têm ainda acesso exclusivo a workshops sobre: Como cozer batatas; Como amortecer a queda no bidão de lixo; Como utilizar o vómito para fazer peças de artesanato; Alternativas ao banho e ainda Cozinha barata com medicamentos! Pede-se aos participantes que confirmem a presença nestes eventos até meia-hora antes do início dos mesmos.»
.
  «Vejam igualmente os DVD's favoritos do Kumkaneco à venda por catálogo: Não Há Gente Rica; Os Ricos São Infelizes; Aprender a Tocar Viola; Ver Navios - Manual da Contemplação e Espera Menos e Alcança Mais! Assistam ao Vivo ao próximo encontro com o Pastor Kumkaneco por apenas 200 euros, pagáveis em dez suaves prestações! Reserve hoje mesmo o seu lugar!»
.
eh pah, sinto-me: religioso
Quarta-feira, 23 de Julho de 2008

Kumkanequismo - A Minha Nova Religião

.

  Vou fundar a minha própria religião.

  Vou encher o Pavilhão Atlântico e cobrar 200 euros por bilhete para que as pessoas me possam assistir ao vivo... Se pensarmos bem, nestes tempos que vivemos, de incertezas, frustrações, infelicidade e miserabilismo, as religiões são o negócio do futuro.

.
  Convencer plateias inteiras de pobres que estes ficam mais felizes, dando dinheiro à igreja, não é uma tarefa muito difícil. Nada que um pouco de marketing político não consiga resolver. Aliás está provado que em Portugal, o marketing faz milagres.
  Na política, o governo tem alternado sempre entre PS e PSD repartindo-se entre os dois a culpa pela situação calamitosa do país. No entanto, sou capaz de apostar que o vencedor das próximas eleições será com toda a certeza, um dos dois... Tenho ou não tenho razão?!
.
  Uma cambada de estúpidos, por muito grande que seja, consegue sempre ser manipulada por meia-duzia de chicos-espertos que sempre se mantêm no poleiro social.
  Sempre foi assim e sempre será.
.
  E daí que eu me tenha lembrado de, tal como Bob Proctor, fundar a minha própria religião.
  Senhoras e senhores, contemplai aqui a génese do KUMKANEQUISMO. A nova religião do povo mais estúpido e adormecido de que há memória.
.
  Até parece que já estou a ver.
  O pavilhão Atlântico a abarrotar. Pego no microfone e dirijo-me à vasta audiência enquanto esta bate palmas e chama pelo meu nome:
  -"Percebam todos uma coisa muito importante... Não faz mal nenhum ser pobre! Aliás é até bom ser pobre. Existe a necessidade de existirem pobres no mundo para evitar desequilíbrios na nossa sociedade!... Nós os ricos somos o yin. Vocês são o yang! Nós precisamos de vocês!"
.
  O publico aplaude... A potente voz off ecoa no pavilhão dizendo:
  «Ele mudou a vida de milhões de pessoas com o seu novo livro, "RICOS SÃO OS TRAPOS". E agora chegou o momento de vocês poderem fazer perguntas ao nosso Pastor Kumkaneco
.
  Um homem do público escolhido pelos seguranças pergunta:
  -"Pastor Kumkaneco! Eu... eu tenho andado numa fase de pouca sorte na vida, e eu queria perguntar se era possível ajudar-me a falar com alguém do Estado... da Segurança Social, você é uma pessoa importante e com tantos conhecimentos..."
.
  Rapidamente interrompo e respondo:
  -"Meu amigo... este é o tipo de conversa negativa, obsessiva e gananciosa que não ajuda ninguém. O meu programa - e isso está exposto no livro - irá ensiná-lo a ter uma nova visão da vida. Em vez de se queixar sobre o facto de ser pobre, aproveite! Veja televisão, o programa da Fátima, ou da Júlia! Nas próximas eleições, não vote! Quem é que quer saber disso pr'alguma coisa?! Esqueça e aproveite, seja feliz."
.
  E o homem volta à carga, retorquindo:
  -"Mas eu sou um sem-abrigo!"
  -"Não... Você está a ver mal a situação! A sociedade não lhe deve absolutamente nada! O Governo tem coisas mais importantes com que se preocupar, como as matrículas dos carros, e as portagens! Tu, meu amigo, já tens tudo o que precisas para ser feliz, portanto, goza a vida que Deus te deu!"
.
  E depois a voz off para finalizar:
  «Adquira já o seu bilhete para assistir ao Pastor Kumkaneco ao Vivo no Pavilhão Atlântico por apenas 200 euros, pagáveis em dez suaves prestações! Reserve hoje mesmo o seu lugar!»
.
 
eh pah, sinto-me: religioso
Terça-feira, 22 de Julho de 2008

Utilidade Pública Religiosa

.

  A continuar assim, os pandas vão morrer à fome.

  Conclusão: Deus não gosta de Pandas, pois os Pandas cheiram mal.
.
  Meus amigos, se quiserem verdadeiramente ajudar através da instituição 'Igreja', seja ela qual for, católica, evangélica, protestante, rabeta e o caralho a quatro, então ide cagar à caixa de esmolas e guardem o cagalhão com mil cuidados para essas "entidades-chupadoras de alminhas carentes e fracas e inocentes e parvinhas e tristes", entidades religiosas essas, devidamente inscritas, com sede própria onde são centralizados os pagamentos de despesas (impostos para pagar a entrada no bordel astral)...
.

.

  Ide lá depositar o vosso cagalhãozinho... Ide...

.

 

eh pah, sinto-me: farto de merdas
Segunda-feira, 21 de Julho de 2008

Títulos dos Jornais para Hoje

.

OVNIS MARADOS COMEM POR TRÁS SEM SABEREM
.

.

.

ESTADOS DE LARVA CONDESCENDENTES NÃO ATACAM
.

.

.

PROCESSO APITO DOURADO TERMINA SEM NINGUÉM SER PRESO

.

.

.

FLOR DE LIMÃO SEM PRESSA PARA FUZILAR NARINAS

.

.

.

LIBÉLULAS ESPANCAM BORBOLETAS

.

.

.

  Eh pah, e eu pergunto-me. Será isto normal?!

.

 

eh pah, sinto-me: frustrado
Domingo, 20 de Julho de 2008

Ditos Populares

.

  Uma Foda numa Puta vale por duas:

.

  O pinanço em si, e a enrabadela nas Finanças, pois a puta não passa recibo.

.

.

 

eh pah, sinto-me: um ancião do putedo
Sábado, 19 de Julho de 2008

Paneleiragens e Afins

.

  Há uma dúvida que me apoquenta.

.

  Sei, pelo feedback que vou tendo aqui no blog, que há aqui leitores que são rabetas experimentados e talvez esses me possam elucidar e trazer-me de volta à razão, aliás como têm tentado fazer nos comentários que aqui vão deixando. Haja gente com paciência como estes a têm...

.

  E eu sei que sou mauzinho mas não quero mais ser... deveras! Por favor, tragam-me de volta para a racionalidade do pensamento comum! Esclareçam-me e transformem-me numa boa pessoa que quero fervorosamente ser, respondendo a esta inquietação que tenho.

.

  Como é a foda num casal de rotos?

  Um gajo está a rebentar a bilha a outro, vem-se e pronto? Como é que o outro vai gozar depois?

  Estive a pensar nisto e corrijam-me se estou enganado mas creio que existem várias hipóteses:

.

  Por exemplo, estar a bater uma pívia enquanto leva na anilha? (Acho pouco prático, já tentei bater punhetas enquanto faço força para o cagalhão sair e não consigo).

.

  Outra possibilidade seria a do gajo que o está a enrabar, bater-lhe uma. (Eu, pessoalmente quando estou a ir ao cu a uma gaja, não me apetece fazer mais nada. Não sei quanto a vocês mas, eu estou ali concentrado a dar o meu melhor).

.

  A forma mais justa seria trocar... trocar de posições mas, foda-se, o gajo acabou de gozar no rabo do outro, está aliviado, quer dormir, fumar um cigarro, o que for, e não lhe apetece estar a levar com um mastro na bufa. A não ser que levar seja mesmo tão bom que, mesmo depois de um gajo se vir, ainda lhe apeteça mais alguma coisa.

.

  Uma ultima opção, seria a do gajo que foi comido não se importar de não furar a tripa ao namorado a seguir. Nesse caso, além de roto é estúpido. A não ser que bata uma pívia e molhe a barriga toda do companheiro que jaz a seu lado.

.

  Afinal como é isto de ser roto, pah?!

  Esclareçam... Ao revelarem estas pequenas curiosidades sobre o vosso estilo de vida alternativo estão a contribuir para que a sociedade vos compreenda melhor e não condene estas paneleirices que vocês fazem.

.

.

eh pah, sinto-me: uma boa pessoa
Sexta-feira, 18 de Julho de 2008

Em que Ficamos?

.

  A propósito do post anterior...

  Afinal, é "pichota" ou "pechota"? Qual é a forma correcta: "pintelho" ou "pentelho"?

.

.

  Muitas vezes, estou a tirar um da boca e a pensar nisto. Aqueles cabeças de caralho do "Bom Português"  bem que podiam esclarecer esta merda. Mas andam pra lá a perguntar como se escreve "Alcoolemia" ou "Alcoolémia"!

.

  Foda-se!... Se fossem mas era levar no rego das nalgas...

.

.

 

eh pah, sinto-me:
Quinta-feira, 17 de Julho de 2008

Dica de Decoração

.

  Rapar a pintelheira.

.

  Uma pintelheira demasiado frondosa "come" (porque camufla) um a dois centímentros de pechota. Pra muitos de vós, isto equivale a 50 ou 75% do nabo.

.

  Mais vale cortar essa merda bem rente. Até porque não há coisa mais ridícula do que um leão bebé com uma juba do caralho.

.

.

 

eh pah, sinto-me: um decorador
Quarta-feira, 16 de Julho de 2008

Os Drag-Queen-Man

 

.

.

  Continuando o post publicado ontem sobre o He-Man...

  Se juntarmos a minha banda desenhada favorita com a minha banda musical favorita da minha infância, o que é que dá?!

.

  O PARAÍSO... Eh pah, estou no Paraíso.

  Obrigado's... Não, não preciso da Eva pra nada... Isto basta-me.

  Obrigadinhos pah!

.

eh pah, sinto-me: no céu

I Have the Power

.

  Esta é uma daquelas séries de desenhos animados do meu tempo que faz parte do meu imaginário infantil.

  Passei incontáveis horas à frente do televisor a ver com entusiasmo esta série de animação da Filmation.

  Lembram-se do genérico de abertura?!... Ora vejam e recordem lá um pouquinho.

.

  Não confundir com a versão feminina do He-Man... Não, não estou a falar da She-ra!

.

.

  Estou claramente a falar da She-Man.

.

.

 

 

.

eh pah, sinto-me:
Segunda-feira, 14 de Julho de 2008

Dissertação sobre Putas

.

  A puta...

  Pois é... Para mim a puta é o arquétipo da mulher livre. Não sei se concordam comigo!...
.
  Pode haver quem pense que isso é verdadeiro se entendermos como "puta", aquelas mulheres que não cobram... livres de chulos, livres do "trabalho" de ter de foder, livres da agenda. Podem-se classificar essas putas na sub-classe das "cabras" ou "vacas"; ora se o homem é um homem livre porque fode com quem quer e quando quer, não estou a ver uma puta que cobra a estar no mesmo escalão do homem, a não ser que tenhamos a abrangência de que falei antes acerca do conceito daquilo que consideramos ser uma puta...
.

 

.
  Se pensarmos bem, no fundo, putas são todas. Mas depois há as putas sentimentais, que se esfregam na "velha ironia do amor" - essas são as piores; são aquilo que eu considero, putas santas. Enfim... nada a fazer.
.
  Pode também haver quem ache que esta opinião desvirtua as coisas conforme elas estão estabelecidas e que quando se fala de putas, na realidade nos devemos exclusivamente referir às prostitutas e ficar por aí, mas... como diz a santa igreja católica e apostólica romana, a mulher foi feita pelo Nosso Senhor para ser no final de contas, o objecto... É ela que tem a cona, é ela que é fodida, é ela que serve os desígnios do falo e, em última análise, é ela a
subjugada.

  Tenho razão?!... 
.

.
  Tendo dito isto, não vejo porque é que a mulher tem que obrigatoriamente transformar-se em puta; do meu ponto de vista não faz parte da natureza dela. Existe nos dias de hoje uma quantidade considerável de putas mas felizmente não são todas, embora a quantidade exagerada de putedo, forçosamente diminui a qualidade média. Se juntarmos a isto o factor idade, fazemos disparar os números das esquinas povoadas por putas sem estilo algum - é preciso dizer que a precocidade é feia!
.

  Existem no entanto homens que acham que as mulheres ficam bem é em casa. Daí muitas das putas terem deixado as esquinas e adoptado os domicílios como forma de responder a esse mercado em ascensão e ainda pouco explorado.

.

.

  A puta é filha da vida e a vida é filha da puta...

  Este poderia ser o slogan de uma qualquer empresa de prostituição se por cá isso fosse permitido.

  Entendo perfeitamente que não se legalize esta área de negócio. Não se deve incentivar e criar a ideia de que foder por dinheiro é algo de muito positivo, ainda que na realidade isso até possa ser verdade para algumas.

  As consequências de tais políticas poderiam ser desastrosas. Já viram se as mulheres se transformavam todas em putas? Quem é que educava os filhos? E depois ninguém usava os passeios da rua, porque as putas andam sempre pelas bordas a fazerem-se aos cotas dos carros.
.

.

  Convenhamos que isso seria uma grande chatice!

.

.

eh pah, sinto-me: intelectual
Domingo, 13 de Julho de 2008

Vaidades Vãs e Dores de Barriga

.

  "Não precisavas de falar com X!... Eu sou Y e também faço parte dos manda-chuvas de S. Pedro." - diz ele fulgurante e cheio de 'humildade'.

. 

  E o quecachaste do passeio?

  Eh pah, eu sou o responsável da equipa e queria agradecer a todos os que realizaram por mim e a quem eu deixei realizar, e no dia estivemos lá todos e tal, blá blá blá, blá blá, blá blá... "Eh pah, se calhar era bom meter a idade qué pra mostrar como é!"

.

  Quanto a mim, o responsável da equipa é muito importante na preparação do ânus para receber o pénis, principalmente no momento em que o "playerrelaxa o esfíncter anal.

  Ele... o "player" há-de se lembrar que o sexo anal pode fazer com que o pénis do activo fique sujo com fezes, se o passivo não tiver tido o cuidado de efectuar a devida limpeza do cólon.

.

  Hã...  E tem este tipo 30 anos... (qué pra mostrar como é!)
.

.

  Perguntas pertinentes:

  Se esta reunião deu-me cólicas? Sim.

  Vou morrer? Não sei.
.
  Espera-se tremenda caganeira e dores impensáveis de barriga. Oh Deus!
.

 

eh pah, sinto-me: com dores
Sábado, 12 de Julho de 2008

Os Amigos do MSN

.

  Devido ao blog que divulga o meu mail do messenger adquiri subitamente uma porrada de novos amigos que nunca mais acaba.

.

  Amigos que nunca vi na vida e alguns até com um ar suspeito.

.

  Perguntam-me coisas a que não sei responder. E é então aí que finjo que estou ausente o que até é porreiro, pois é coisa que não podes fazer na vida real.

  -"Hey!... Então? Quero falar contigo... ... não dizes nada?!"

  -"Não vês a mensagem que tenho afixada na minha testa?... Estou ausente."

.

  E agora para todos aqueles que me adicionam no messenger sem sequer saber quem eu sou, uma pequena revelação:

  «Eu estou a usar o mesmo par de calças durante 17 anos seguidos.»

.

  Perante isto, ainda querem ser meus amigos?! 

  Eh que... quer dizer... convenhamos!

.

.

 

eh pah, sinto-me: pouco amigável
Quinta-feira, 10 de Julho de 2008

Top Model Gisele Bundchen

.

  Abri o Jornal 24horas, esse portento da informação avisada e rigorosa.

  Na contra-capa uma afirmação bombástica em letras garrafais:

«Fui para a cama com cinco homens»
«Top model Gisele Bundchen surpreende em entrevista à revista "Vogue"»
.
  Mais notícias com menor destaque na metade inferior da mesma página:
«Rádio online só para cães»
«Adolescente "chora" leite»
.
  Fantástico!...

  Gisele Bundchen, a top-model brasileira, surpreendeu o Brasil ao declarar que em toda a sua vida só tinha feito amor com cinco homens...

  É verdade!... Isto é absolutamente verdade.
.
  As declarações foram feitas à edição Brasil da revista «Vogue», citadas no 24horas e provocaram uma curiosa reacção do site da Fashion Week de São Paulo, que logo lembrou à mulher que ela é considerada uma das mais sexys do mundo, e que desde os seus 15 anos apareceu publicamente com pelo menos uma dezena de namorados assumidos.
.

.

  As reacções numa reportagem da tv brasileira foram curiosas:

  -"É uma ganda puta!" - Disse uma beata interpelada na rua.
  -"Eu vou foder-lhe a cona, aquela cadelona miséravel!" - Disse de imediato o pai.
  -"A minha filha é fodível, não tenho dúvidas nenhumas disso!" - Disse a mãe.
.

.

 

eh pah, sinto-me: estarrecido
Quarta-feira, 9 de Julho de 2008

Porque é que o Atrasado Mental vem à Net?

.

  Porque venho à net, em 25 linhas.
.

  Bom... Um gajo começa a vir à net para ver como é. Depois vê nicks de gajas e pensa:

  -"É gaja. Será que é boa?"

.

  Então é preciso gastar eternidades com conversa de chacha que não lembra a ninguém só para conseguir uma mísera fotografia desfocada duma gaja que nem sequer é boa.

.

  Num país normal, que não o nosso, a conversa começaria logo assim:

  -"És boa?"

.

  Se não fosse fodia-se logo e nunca mais abriríamos um pvt. Mas mesmo quando não é boa, às vezes ficamos a pensar:

  -"Se calhar é da fotografia".

.

   A verdade é que não há gajas boas no IRC. As gajas boas passam o tempo a fazer coisas de gajas boas. Como beber vinho tinto numa varanda com vista para o rio, depilar o cu com cera e a ver exposições de montes de papel e rodas de bicicleta enferrujadas soldadas a espelhos retrovisores de Datsuns.

.

  Mas então se é certo que não há gajas boas na net, o que é que um gajo vem fazer à net? No meu caso penso assim:

  -"Pode ser que um dia apanhe aqui alguma gaja boa. Já que perdi tanto tempo com isto ao menos que me sirva de alguma coisa e que acabe por comer alguém".

.

  Mas para ser sincero convosco tenho de confessar uma coisa. Há realmente gajas boas na net. São só duas... E eu já as comi!... Por isso, esqueçam.
.

.

 

eh pah, sinto-me:
Domingo, 6 de Julho de 2008

Um Vaso, uma Cona e uma Flor

.

  Ela pensava que foder, era arrastar o rato pelo écran.

.

  Dei-lhe um tabefe nas trombas, e logo de seguida enchi-lhe os lábios com biqueiros, até abrirem por si só.

.

.

  Odeio tipas que se armam em cadelas finas, daquelas com olhos à chinesa, e metem gel no cabelo e o puxam para baixo. Pimba! Mais um bico na boca, e caguei lá para dentro, uma flor... e deu um belo vaso.

.

.

 

eh pah, sinto-me: aliviado
Sexta-feira, 4 de Julho de 2008

Os Onanistas da Net

.

  Porque é que os vírus proliferam!?

.

  Apesar de todas as medidas de segurança das aplicações desenvolvidas pelas mais importantes software houses mundiais, continuam a ser cada vez mais inseguras as ligações web, apesar das novas plataformas lançadas através dos novíssimos sistemas operativos.

  A resposta pode ser encontrada na massificação (positiva) da informática mas que levou na torrente, literalmente milhões e milhões de lorpas, imbecis e inimputáveis que sendo anal-fa-betos informáticos, fodem os sistemas, fodem-se a eles próprios e ainda pelo caminho vão fodendo todos os outros por simpatia.

.

.

  Eis aqui o grande factor de insegurança e instabilidade na rede.

  O utilizador... (ou para a cada vez maior camada de brasileiros que reside em Pórr-tugau, os usuários... não confundir com usurários... e não, não tem nada a ver com 'os horários' dos comboios.)

.

 

  Bom... Vou vestir a minha camisola Computer Gear para escrever esta merda... ...

.

  Experimente pegar num indivíduo que resida nos subúrbios, com 45 anos. Dê-lhe um PC com um acesso banda larga, tipo netcabo por causa das 3 gajas boazonas do spot publicitário. Ensine-lhe como se mexe no google e a fazer buscas pela palavra mais querida da internet: SEXO:

   Pesquisa de sex na Web. Resultados 1 a 10 de cerca de 204,000,000.
  O que são 200 milhões de sites, com links para outros 100 milhões, uma galáxia de sites a abrir apps que podem ser instaladas com um yes do rato!!!? Eu podia fazer outros searchs, tais como: "fio dental", "safadinha" e muita outra merda que anda por aí. Ou ainda até por "porn" mas talvez isso me crashasse o IE e eu com Linux não toco em pr0n (1337 c0mm3n7, if u r l4mm3z0r d0n'7 4sk).
.

.

  O meu objectivo?

  Provar que 98% das pessoas que navegam na internet ou são burras ou são rebarbados sexuais onanistas da pior espécie (punheteiro, para quem não percebe palavras complicadas).
  Por exemplo, se procurarem por "física nuclear":

  Pesquisa de fisica nuclear na Web. Resultados 1 a 10 de cerca de 155,000.

  Ok ok... 99% das pessoas...
.

  E analisando com detalhe, chego facilmente à conclusão que é esse o grande problema deste blog. Palavras a mais, gajas a menos e anedotas curtas quase não existentes.
  Aposto que, se o nome do blog fosse safadinhadefiodental.blogs.sapo.pt, JÁ TINHAMOS PASSADO A MERDA DOS MORANGOS COM AÇUCAR!!! Mesmo com a batota dos admins (sim, vocês, suas bestas batoteiras).
  E se mudassemos o formato para: texto levemente surreal/intelectual; foto de gaja a mostrar os entrefolhos; anedota copy paste de spam que vem no mail; texto levemente surreal/intelectual; foto de macho de pénis enorme a esticar para além dos limites uma vagina com muita rodagem; anedota do cd do Fernando Rocha (esse portento da cultura portuense de Rio Tinto); texto levemente surreal/intelectual... etc and so on bla bla bla.
.

  Seria o blog mais visto de Portugal e arredores!
.

  Mas, como só escrevo, para um público maioritariamente fan "d'A Bola", do "Record" e do majestoso e inalcançável "Correio da Manhã" publicações diárias, com o seu quê de kitsch e fotos de gajas também e tudo, anúncios pessoais dedicados a meninas sozinhas, que procuram cavalheiro e tal... enfim leitura que apela à nata suburbana da nossa sociedade, a malta das gajas, das minis, dos pires de "tramosses" e "minuins", da unhita do mindinho bem comprida para raspar bem as cavidades corporais (poupa-se muito em cotonetes, acreditem... e é bom para o ambiente).

.

.

  Eh pah, aflige-me estar a escrever isto e só ser compreendido por alguns, mas esses ao menos partilham a minha dor. E só por causa disso, tomem lá, bordedo do bom pr'ajudar a bater uma segóvia... a escarafunchar o menino... a descascar o pessegueiro... a foder as trombas ao macaco... enfim, numa linguagem menos literária e mais abrasiva, a bater uma punheta...

.

.

  Não se esqueçam de ligar as tomadas...

.

.

  Verificar todos os cabos de ligação...

.

.

  E aceder à internet com a BANDA LARGA!...

.

.

  Suas bichonas onanistas punheteiros do caralho...

.

 

 

 

eh pah, sinto-me: um onanista
Quinta-feira, 3 de Julho de 2008

Dogmas

.

  Não sei se sabiam mas...

.

  ...quando os colhões se sentem cheios, fodem com mais força!

.

  Pois é, este é um dos dogmas que existe na nossa sociedade e que é frequentemente tido em linha de conta como absolutamente verdadeiro nos mais variados momentos por todo o tipo de pessoas. Podemos mesmo afirmar que este é um dogma que é transversal na nossa sociedade.

.

  Esse e o dogma do Dinheiro...

  Há por aí muita gente que acredita que o dinheiro não trás felicidade mas se permitem eu prefiro discordar de alguns aspectos desse dogma.
  E perguntam vocês, "Mestre, porque é que o dinheiro não trás felicidade!?"

  E eu respondo: "Porque simplesmente, manda trazer!... ..." Não, agora a sério; prefiro a crueza de ser rico e ter de pagar a um psiquiatra para ouvir os meus desabafos existenciais do que ser pobre e me ir confessar ao padre sobre as merdas que fiz.
  Embora reconheça que há inúmeras vantangens em se ser pobre, desde que se seja desprovido de grande inteligência.
.
  E assim desta forma singela chegamos a outro dos dogmas mais interessantes que se pode encontrar e assenta na relação existente entre a ignorância das pessoas com a sua felicidade.

  A ignorância será sempre uma benção. Neste mundo macabro em que vivemos, é perfeitamente compreensível esta ideia. E eu que cheguei a esta conclusão não posso ser considerado assim muito ignorante, logo, estarei condenado a ser infeliz por culpa do meu intelecto demasiado consciente.
.

  E a Felicidade?...

  Estar na merda só é relevante se o sujeito se ralar com isso.

  Por exemplo:

  •   Estou na merda e depois... eh pah, nem me ralo porque nem dou por isso = felicidade.
  •   Troco de bom grado os xanaxes e os prozacs e toda essa treta por 3 copos de bagaço = felicidade.
  •   Nem sequer saber o que é depressão porque se vai aos tascos e se afogam os desgostos na vinhaça = felicidade.
    .

  Atenção: Longe desta ser uma crítica à nossa sociedade, é antes de mais e principalmente uma autocrítica.

. 
  Eu sou culpado!

  Eu sou consciente da minha culpa!

  Estou totalmente ciente das implicações que o "pensar demais" tem.
.
  Só tenho apenas um desejo...

  Quem me dera ser menos consciente, menos atento e mais voltado para estes pequenos hedonismos que fazem a felicidade dos outros.

  Os tais outros que eu julgo estarem na merda e afinal, quem está na merda sou eu. 
.

.

 

eh pah, sinto-me: na merda
Terça-feira, 1 de Julho de 2008

Apito Dourado

.

  Os tipos estão a conseguir safar-se na malha grossa da nossa meiga justiça, de um país de faz-de-conta.

.

  Para quem estiver interessado, o kumkaneco teve acesso a ficheiros secretos do processo "Apito Dourado" e vem aqui revelar algumas das verdades existentes nesse processo:

.

 

.

  Quando Carolina Salgado foi interrogada, ela disse ao juiz do processo Apito Dourado, que Pinto de Sousa não conseguia negar favores a Valentim Loureiro.
.
  Para além disso, Carolina revelou ainda que Pinto da Costa também participava em Orgias com Valentim Loureiro e Pinto de Sousa no restaurante Degrau Chá, próximo do Estádio do Bessa e propriedade da família do major. E estabeleciam ali relações sexuais de índole agressiva, citou:
"Eles perpetuavam o sexo sempre que podiam, era anal se fosse a tarde toda, ou então com outros aparelhos, género dildos."

.

.

  Valentim Loureiro seria insistente e persuasivo na forma como abordava Pinto de Sousa. "Ele jamais sangrou do ânus" - Carolina recorda ainda um episódio ocorrido no Estádio do Bessa, no qual o major mostrava toda a sua indignação a Pinto de Sousa pelo facto de um árbitro não ter beneficiado o Gondomar.
.

.
  Ao juiz, Carolina disse também que Valentim falava a Pinto de Sousa de contrapartidas para o uso do fistfucking mas eles não resistiam a doses indomáveis de prazer. "Proclamavam-se os avôs bairristas da foda lá do Porto" - Carolina repudia o estado sexual lamentável de Pinto da Costa, dizendo ainda: "Na altura eram só homens, claramente homossexuais cá em casa, e levavam o Pinto da Costa para sessões de sadomasoquismo, eu recordo que ele aguentava todas aquelas sessões de porrada, apesar da idade."
.

.

  Segundo fontes da PJ do Porto, a razão porque Pinto da Costa não é pronunciado, foi porque a Justiça demorou muito tempo a fazer a análise das nódoas negras e do anel hemorroidal do mesmo, tendo os agentes, em vez disso, dedicado o seu tempo a encher balões de ar quente para a festa do S. João no Porto, aliás conforme palavras proferidas pelo advogado de Pinto da Costa.

.

.

 

eh pah, sinto-me: triste com este país da tanga
Leu o Post? Gostou? Então não se esqueça de comentar! E já agora tem aqui ao lado os Posts Recentes para ler!
Clique para configurar o kumkaneco como a Página Inicial do seu browser

. . Bêbado(s) Online


.posts recentes

. Os Recursos de Isaltino

. Quando Eu Morrer

. Triplicado

. Do Desastre à Javardice P...

. Conselhos da Katya Bimba

. Voltei para o Vosso Âmago

. Papa Bento XVI cancela vi...

. Costumes Antigos

. As Escutas do Apito Doura...

. Casamento Gay Aprovado

. Os Blogs

. Os Muppet Queen

. A TV que me Marcou

. Semelhanças entre Tomás T...

. Ah Fadista!!!

. Sabedoria Popular Brasile...

. Notícia de Última Hora

. Começa Hoje a Vacinação C...

. Histórias do Vaticano

. Sombras Inesperadas

. Penteados Out-of-Bed

. Sabes Onde é que as Há? S...

. Têm Estado Dias de Muito ...

. Freguesias Bloqueadas

. Restaurador Olex (desenvo...

. Os Nossos Jornais

. Os Nomes das Coisas

. Prós e Contras da RTP

. Porrada Portuguesa

. Uma Operação do...

. Celibato dos Padres em Di...

. Novo Isqueiro da BIC

. Anus, Outra Vez

. O Guronsan

. O Resultado das Eleições

. Notícias TVI24

. Sou Parecido com o Zeinal...

. O Aspecto Interior é Muit...

. Buscas em Escritórios de ...

. Anúncios Manuscritos em P...

. Modernices e Burguesices

. Kumkaneco Pergunta

. A Onda dos Surfistas

. Couch Surfing

. A Gripe A

. Manual de Sobrevivência n...

. Mensagem aos Adeptos do «...

. Fim da Crise Anunciado, Y...

. Apelo ao Boicote da Igrej...

. O Clero, Manuela Ferreira...



.arquivo desde 2006

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Julho 2011

. Novembro 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.fotos dos fãs

.prémios e blogs


Muito Obrigado à Lya por este prémio!
De Veludo e Sangue da Lya (Bad Lolita)


Muito Obrigado ao Site Olha que Blog Maneiro por este prémio!
Blog de Humor & Frases de Sérgio Alex


!
Câmara Lenta da Menina Margarida









Não se esqueça de ler os blogs que estão aí mais abaixo. São do melhor!








.visitantes



.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.kumkaneco



Não se esqueça de ler os blogs que estão aí mais abaixo. São do melhor!






Copie para o seu blog
Colocar no topo ou em rodapé

468 x 60



Para colocar nas áreas laterais

128 x 89



Não se esqueça de ler os blogs que estão aí mais abaixo. São do melhor! Não se esqueça de ler os blogs que estão aí mais abaixo. São do melhor!



kumkaneco@sapo.pt

kumkaneco@hotmail.com

kumkaneco@gmail.com

.

.
Não se esqueça de ler os blogs que estão aí mais abaixo. São do melhor!



Referências na Blogosfera


Humor blogs

Humor Blogs - BlogCatalog Blog Directory

Divulgue seu blog!



Check Google Page Rank

Divulgue o seu blog!



Blog Directory & Search engine



blogarama - the blog directory

Web Hosting Directory by Blog Flux



Já sabem muito bem que aqui é um sítio pesado!...